Quatrocentos e quarenta e seis cidadãos ligados à empresa de recolha de resíduos sólidos e urbanos “SANÁGUA” participaram nesta quinta-feira, em Benguela [Angola], numa acção de formação sobre “Segurança, higiene e saúde no trabalho“, com vista a diminuir os riscos de acidentes e prevenir os funcionários de diversas doenças.

Promovida pela empresa de gestão e empreendimentos social “SANÀGUA”, a acção de formação enquadrou-se no seu terceiro aniversário, e visou incentivar e preparar os trabalhadores para educação da reposição e deposição do lixo em locais apropriados na província, para se prevenir o risco de acidentes e doenças profissionais.

Durante o encontro foram aflorados os temas sobre “a saúde no trabalho“, “especificidades e enquadramento” e “cumprir a lei é defender a saúde e segurança dos trabalhadores e os interesses da empresa”.

Segundo o vice-governador para área de organização e serviços técnicos, João Evangelista Basílio, o tema discutido constitui os fundamentos básicos da matéria laboral em todos programas de actividade, particularmente para aqueles sectores cuja essência do seu trabalho colocam em maior grau de risco os seus trabalhadores.

De acordo com o responsável, a acção visa estimular a coesão interna, incentivar a produtividade e elevar os níveis de confiança entre os diversos seguimentos laborais, além desses princípios constituírem matéria de exigência local no âmbito da legislação de trabalho no país.

João Evangelista Basílio apelou a todos os formandos para a sua entrega total, visando o êxito da formação, assim como enalteceu a empresa na liderança que assume, adoptando práticas funcionais modernas e civilizadas.

Recomendou, por outro lado, à Direcção Provincial de Administração Pública, Emprego e Segurança Social, a incrementar acções de inspecção junto das empresas do ramo e não só, com vista a avaliar o cumprimento das normas básicas de protecção e exercer uma acção pedagógica, para que num curto prazo a província seja um exemplo na prevenção de acidentes no trabalho.

O governante encorajou a empresa a manter a cidade cada vez mais limpa, com vista a salvaguardar-se uma das questões fundamentais de sobrevivência que é a saúde pública, evitando doenças como a cólera e malária.

Para o director geral da SANÁGUA, António Barbio, o Ministério da Administração Pública, Emprego e Segurança Social (MAPESS) é o órgão reitor da política da segurança, higiene e saúde no trabalho, e os empregadores são obrigados a tornar as medidas úteis e necessárias para que o trabalho seja realizado em ambiente e condições que permitam o normal desenvolvimento físico, mental e social dos trabalhadores.

“Eles devem cuidar da sua segurança, saúde, bem como das outras pessoas que possam ser afectadas pelas suas acções ou omissões na execução das suas actividades e têm a obrigação de cumprir com as instruções e regulamentos em vigor na empresa e utilização correcta de equipamentos de protecção colectiva e individual, zelando pela sua conservação e manutenção”, disse.

A Sanágua funciona com 446 trabalhadores, dos quais dois estrangeiros e 241 mulheres, e presta serviços para as administrações municipais de Benguela, Lobito, Ganda e Cubal, e na comuna da Catumbela.

O seminário de capacitação foi orientado pela inspectora-geral do trabalho do MAPESS, Maria do Rosário, e a representante da empresa portuguesa especializada em segurança, higiene e saúde no trabalho “SEGURÉVORA”, Jesuina Pedreira.

Fonte: Angola Press.

Bookmark and Share

Comments

  1. 1
    Afonso G. Jamba // December 12th, 2009 at 10:33

    É bom saber que uma empresa da nossa província está na vanguarda da SHT em Angola quando outras, com mais meios e muito mais responsabilidades nada fazem.
    O Governador deveria também olhar para dentro e perguntar às Administrações Municipais porque não cumprem elas as regras que agora quer fazer vigiar nas empresas, ou os trabalhadores do Estado não precisam de cumprir essas regras e estão isentos de acidentes?

  2. 2
    Nereu // July 9th, 2010 at 01:38

    Boa noite, sou Brasileiro, Baiano, Técnico de segurança do trabalho com 10 anos de experiencia e uma vontade enorme de ir para Angola… Peço ajuda a quem puder me dar uma oportunidade para contribuir com o crescimento deste país. Obrigado!

  3. 3
    Agentes de Segurança MG,Brasil // August 9th, 2010 at 16:45

    Nós Agentes de Segurança Socioeducativo de Minas Gerais, Brasil, estamos enviando a “Voz do Agente” no endereço http://www.agentesocioeducativo.blogspot.com que é nossa ferramenta de luta para valorização da categoria e efetivação dos direitos humanos no sistema socioeducativo, quem como as condições de segurança no trabalho.
    Mandamos um forte abraço.

Leave a Comment